A Luz Intensa Pulsada, ou LIP, é uma tecnologia utilizada em procedimentos dermatológicos que por meio da emissão de feixes de luzes, com diferentes comprimentos de onda, consegue gerar calor e remover manchas na pele, eliminar definitivamente pelos ou ainda combater rugas e linhas de expressão.

A máquina da LIP conta com ponteiras projetadas que conseguem filtrar a luz nas faixas de espectros ideais para cada tipo de procedimento. Por conta disso, o equipamento possui eficácia ao realizar tratamentos em lesões pigmentadas e vasculares, promovendo simultaneamente foto rejuvenescimento da região que está sendo tratada.

Como é realizado o tratamento com LIP

Os disparos dos feixes de luzes emitidos pela máquina são absorvidos pelos cromóforos – células presentes na pele que são fotossensíveis à luz – como por exemplo a melanina, a oxi-hemoglobina, água e o colágeno. Assim que a área que está sendo tratada é atingida, o tecido dessa região coagula e então ativações químicas do organismo começam a acontecer. O tecido da região tratada é o único lesionado, promovendo assim o rejuvenescimento da área.

Benefícios do tratamento com LIP

Os benefícios da Luz Intensa Pulsada para a pele são diversos. Além de apresentar resultados em um tempo mínimo de tratamento, esse procedimento  promove o rejuvenescimento, aumenta a espessura da pele, consegue estimular a produção e reorganização de uma maneira uniforme das fibras elásticas e colágenas, responsáveis pela firmeza e elasticidade da pele. Outra vantagem do tratamento é o aumento dos fibroblastos, células da derme responsáveis pela secreção das fibras e de colágeno.

Após a realização da técnica, o tempo de recuperação é pequeno, se comparado a outros tratamentos que promovem os mesmos benefícios. Outra vantagem é que pode ser realizado diversos tipos de pele.

Em quais situações a Luz Intensa Pulsada é recomendada

Por conta dos diversos benefícios que oferece, a LIP é recomendada nos seguintes casos:

  • Depilação definitiva: qualquer área pode ser depilada, exceto regiões próximas ao mamilo e ânus, pois possuem uma cor diferente, podendo ficar manchadas ou ainda serem queimadas. Pessoas que possuem a pele clara e pelos bem escuros tem bastante sucesso com esse tratamento, pois quanto maior a quantidade de melanina do pelo, mais o laser consegue incidir nele, eliminando o folículo e o removendo de maneira definitiva;
  • Remoção de manchas escuras presentes na pele: ao longo dos anos, por conta da exposição excessiva ao Sol e raios ultravioletas, podem surgir manchas escuras na pele. Com a LIP, a pele fica mais clara, as fibras de colágeno e elastina aumentam em 50%, resultando em uma pele mais firme e menos flácida. Outro benefício é o aumento da presença de pequenos vasos, que auxiliam na melhora da oxigenação sanguínea da região tratada;
  • Rugas e linhas de expressão: podem ser atenuadas ou até mesmo removidas, dependendo da profundidade;
  • Estrias brancas e vermelhas: por conta da melhora da elasticidade da pele, proporcionada pelo tratamento com LIP, a largura e comprimento dessas lesões melhoram bastante. É recomendável que após a sessão, seja utilizado ácidos como tretinoína ou ácido glicólico;
  • Tratamento de acne: o uso das luzes verde ou vermelha melhoram significativamente a aparência de rostos acneicos. A luz verde consegue eliminar a bactéria que está relacionada à acne, e a luz vermelha ataca a  inflamação, destruindo completamente esta bactéria. O único caso em que a LIP não é utilizada para tratar acne, é quando o paciente faz uso de medicamentos com isotretinoína, corticóides, ácido acetilsalicílico, anti-inflamatórios não hormonais, fotossensibilizantes e também em pele bronzeada;
  • Combate a rosacea e telangiectasia: a energia emitida pelo aparelho reorganiza as células e a distribuição dos pequenos vasinhos de sangue, melhorando o aspecto de vermelhidão da pele do rosto;
  • Remoção de tatuagens: devido ao fato da cor escura ser atraída pelo feixe de luz, a LIP consegue quebrar a tinta utilizada nos desenhos e por consequência eliminá-la do corpo. Em casos de tatuagens colorida, este tratamento deve ser feito com cuidado pois é necessário ajustar o aparelho a cada sessão devido aos diferentes comprimentos de onda que devem ser utilizados para eliminar cada cor.

Contraindicações

A LIP jamais pode ser realizada no verão, pois essa é a estação que tem  maior incidência de raios ultravioletas emitidos pelo sol, o que deixa a pele mais sensível, podendo gerar ter queimaduras na região que está sendo tratada.

Peles mais escura não podem realizar tratamentos com luz pulsada, pois existe o risco de queimadura, já que essa pele possui uma maior concentração de melanina. Mas existem alguns tipos de laser que podem ser utilizados na pele morena, mulata e negra para eliminar definitivamente os pelos, como o laser de Alexandrite e Nd-YAG.

Caso o paciente esteja usando medicamentos fotossensibilizantes, corticoides e anticoagulante também não pode realizar tratamentos com a luz pulsada.

Doenças como prurigo actínico, eczema, lúpus eritematoso, psoríase, líquen plano, pitiríase rubra pilar, herpes, porfiria, pelagra, vitiligo, albinismo e fenilcetonúria, podem causar manchas na pele, e nesses casos a LIP não é recomendada para pessoas que sofrem com essas enfermidades.

Caso a gestante queira realizar procedimentos com LIP, somente a barriga e mamas não podem ser tratados, mas as outras áreas do corpo podem receber os feixes de luz do equipamento. Mas alterações hormonais, comuns nessa época da vida da mulher, podem acarretar manchas na pele, além do aumento da sensibilidade à dor.

Caso após o procedimento, aparecer queimaduras ou casquinha, existem algumas pomadas para tratá-las, mas é preciso atenção, já que muitas não podem ser usadas durante o período gestacional. Sendo assim, é mais recomendado aguardar o nascimento do bebê para iniciar ou terminar o tratamento com LIP.

Não existem estudos que comprovem ser seguro que pacientes com tumores ativos possam realizar tratamentos com Luz Intensa Pulsada, por essa razão é desaconselhado.

É necessário algum preparo prévio da pele antes do tratamento?

A área que será tratada com LIP precisa estar hidratada, assim o aparelho apresentará um um bom resultado durante o procedimento. A pele também precisa estar íntegra, ou seja, sem nenhuma lesão. Caso essas duas regras não sejam respeitadas, existe o risco de queimadura durante o processo.

Procedimentos após a sessão

Depois da sessão da LIP, a área tratada pode ficar vermelha e com um leve inchaço, por conta da inflamação que a luz gera na pele. Para diminuir esse desconforto é recomendado usar cremes hidratantes, compressas geladas e filtro solar FPS 30 diariamente. Em alguns casos, podem surgir algumas casquinhas que não devem ser tiradas, pois cairão sozinhas. Esse processo de cicatrização dura entre 7 e 14 dias.

Tratamentos com Luz Intensa Pulsada são extremamente seguros, mas é muito importante que ele seja sempre realizado por um médico dermatologista credenciado na Sociedade Brasileira de Dermatologia, pois somente ele é capacitado para tirar todas as suas dúvidas e garantir a segurança durante o tratamento.

Dra. Carolina Ferolla
Dermatologista CRM-SP 91139
RQE Dermatologista: 25722